Mensagem Subliminar na Animação Big Buck Bunny

junho 2, 2008

Big Buck Bunny é um filme muito bem produzido, confesso. Feito totalmente com software open-source, em seus curtos 10 minutos a animação deixa muito Shreks da vida no chinelo.

Gráficos excelentes, roteiro e fotografia idem. O personagem do filme é um coelho gigante muito interessante, desajeitado e caricato, mas peraí…

…Só eu que notei isso? 😛

Assista o filme pelo Youtube ou faça o download.

Anúncios

As 5 Extensões mais Inúteis do Firefox

maio 30, 2008

O Firefox é o melhor navegador do mundo, isso é fato.

É fato também que muitas das suas extensões salvam a vida de muita gente por aí, sejam desenvolvedores, webdesigners e até mesmo usuários comuns que querem ampliar o leque das atividades de seu navegador, ouvindo música e baixando torrent através dele, por exemplo.

Existem várias páginas da Web com as extensões mais “indispensáveis” pro Firefox. Hoje, o Clique na Imagem para Ampliar faz o contrário…com vocês: As 5 extensões mais dispensáveis do Firefox!

1) STOP in The Name of Love

A música “Stop in the name of love” fez muito sucesso, seja na versão cantada por Diana Ross ou outras. Porém, há quem tenha gostado tanto do som a ponto de dar-lhe um novo sentido.

Essa extensão do Firefox é inútil. Tá vendo aquele coraçãozinho na imagem? É naquilo que o seu botão “Stop” vira. E não é só isso. Você está de madrugada, acessando um site pesadíssimo em flash, e, cansado, aperta stop e “STOP! IN THE NAME OF LOOOOVE…”. Qualquer um cai da cadeira.

2) Google Icon

Está achando a interface do Google muito branquinha? Que tal enchê-la de favicon.ico’s nos resultados das pesquisas? É a isso – e só a isso – que a extensão Google Icon se presta.

Útil demais. Como ninguém havia pensado nisso antes?

3) Confuscator

Existem textos bons e ruins na internet. Se você achar um muito bom mesmo, e quiser destacá-lo, faço da pior maneira possível: Use o Confuscator. Com ele, basta um clique no texto e…tcharam! Vocês tem uma caixa de alerta com todo o texto selecionado.

Melhor do que isso, só se fosse em pop-up.

4) Blocksite

Não quer que seu filho acesse o site da playboy? Quer impedir que aquele seu sobrinho chato fique pegando spyware baixando trocentos cracks e serias pro Flash? Então use algum bloqueador de site, QUALQUER UM, menos esse.

Com o Blocksite, você pode impedir o acesso a “www.playboy.com.br”. Mas qualquer criança consegue acessar o site digitando o endereço sem o www, que o ‘bloqueador’ em questão deixa. Além do mais, nem o próprio criador da extensão recomenda o seu uso para proteção de conteúdo adulto. Basicamente, ele te protege dos sites que você não quer entrar. Interessante…

5) LeetKey

Quem mandar um scrap para o seu amigo do Orkut em código binário? QU3R B4NC4R 0 3SP3RT0 4CH4ND0 QU3 N3NHUM R3T4RD4D0 (0NS3GU3 L3R 1SS0? Seus problemas acabaram. Com o Leetkey, você tem uma poderosa ferramenta que te permite converter seu texto simples em código binário, ASCII, ROT13, BASE64, HEX e até código morse.

Confessa, você estava procurando por isso desde o início da internet!


O Teste de QI de 60 Segundos – Faça agora!

maio 28, 2008

E o famoso Teste de QI acaba de entrar na onda da Web 2.0! Antigamente, qualquer um que se arriscasse a fazer um teste desses na internet, ficava horas e horas respondendo a enfadonhas perguntas e perdendo muito tempo!

Parece que, agora, isso mudou. Conheci esses dias o site IQleague, que tem como proposta um teste de QI universal, com 10 perguntas no limite de 60 segundos cada. Aclamdo como “O teste de QI mais rápido do mundo”, o sistema ainda tem um ranking muito legal. Eu, por exemplo, descobri que sou a #4,583 mais inteligente do mundo. De 6 bilhões, não é muita coisa, mas até que dá pro gasto, né? 😛

Quem quiser fazer o teste (e se divertir!), acesse: http://www.iqleague.com/


MacBook Air, um Perigo para sua Segurança!

maio 28, 2008

Tá bom, não chega a tanto, mas olha só essas fotos abaixo:

Viu só? Todas criadas pelo MacBook Air, que além de machucar, vem sendo usado por muitos geeks alemãos para cortar pão, carne, e muito mais coisas.

Sinceramente, eu não sei que riscos um inocente MacBook air pode criar, mas por favor, deixem-os ligados carregando na tomada que nada acontece! 😛


As Mentiras que os Bancos Contam [Meio-Ambiente]

maio 24, 2008

Essa história de compensar C02 só deve servir mesmo para amenizar os ânimos dos ativistas retardados de plantão – porque na natureza, isso não ajuda muito, você sabe.

Imagine que você tem um filho diabético: Você enche a criança de doce, dá insulina. Pirulito, bala –insulina. Algodão doce, chocolate — insulina. Adianta alguma coisa?

Aliás, olha que slogan bonito: “O Bradesco compensou todas as suas emissões de CO2“. Interessante. Será que eles deram um troco a mais para a natureza, sei lá, apenas para contabilizar os puns que de vez em quando soltam no escritório? Ou para as costumazes cagadas completas que fazem no atendimento? Ou será que compensaram tudo, mas tirando, dentre outras coisas, algumas milhares de taxas – assim como fazem em nossos extratos…?

Sustentabilidade, Atitude, Responsabilidade… De palavras bonitas, viraram chamadas de propaganda no intervalo do Fantástico.

O Banco Real, banco do verde, às vezes me impressiona fazendo mais que o possível para ser criticado. Cuidam do meio-ambiente, fazem propagandas que às vezes até parecem ser da Natura. Fazem questão também de imprimir nossos extratos em papel reciclado – porém, em SP, eles são os primeiros a oferecem ótimas condições de financiamento para a compra de carros e até mesmo caminhões, que como sabemos, são poluentes em potencial da natureza.

Não vou entrar na questão do trânsito de SP, mas convenhamos, mais carros em SP é falta de bom senso, e não prestação de serviço. Mas, isso só prova que os bancos, por mais verdes que sejam, preferem outras verdinhas

Bancos são instituições ricas por natureza (sem trocadilhos :p). É mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha do que um banco falir, diriam alguns.

O HSBC não fica por fora da onda de preocupação com a natureza (haha!). Tanto que investiram U$8 milhões (acho que só isso aí eu paguei de juros, ano passado) ao instituto de pesquisa tropical Smithsonian (STRI), para financiar uma experiência de campo para prever efeitos a longo prazo da mudança do clima na dinâmica da floresta.

Interessante. Permita-me dizer, mas depois do anúncio dessa “preocupação”, nunca mais ouvi falar nada sobre o feito. Em compensação, o cartão verde do HSBC (que o nosso querido Leonardo Di Caprio mostra acima, na foto) e o Sorte Verde, um programa que “melhora o seu futuro e também o do nosso planeta”, desde que você pague uma quantia mensal, claro, estão aí, de vento em popa.